Vila Cruzeiro, no Complexo da Penha, uma das comunidades em que o WMP atua no Rio de Janeiro.

Onde estamos

O World Mosquito Program desenvolve atividades no Basil desde 2012, quando era chamado de Eliminar a Dengue: Desafio Brasil. Entre agosto de 2015 e janeiro de 2016, o projeto realizou liberações de Aedes aegypti com a bactéria Wolbachia em duas áreas: Tubiacanga, na Ilha do Governador, na cidade do Rio de Janeiro, e em Jurujuba, bairro do município de Niterói. O monitoramento dos projetos-piloto é feito desde o início de 2016, e evidencia o sucesso no estabelecimento da população de mosquitos com Wolbachia.

A previsão do World Mosquito Program é implantar o Método Wolbachia nos seguintes bairros:

Niterói:

Charitas, Preventório, São Francisco, Grota, Cafubá, Camboinhas, Itacoatiara, Jacaré, Jardim Imbuí, Piratininga, Santo Antônio, Engenho do Mato, Itaipu, Maravista, Serra Grande, Ingá, Icaraí, Centro, Gragoatá, Boa Viagem, Fátima, Morro de Estado, Pé Pequeno, Ponta D ' Areia, Santa Rosa, São Domingos, Viradouro, Vital Brasil, São Lourenço, Santana, Engenhoca, Cubangu e Fonseca

Rio de Janeiro:

Bancários, Cacuia, Cocotá, Freguesia (Ilha do Governador), Moneró, Pitangueiras, Praia da Bandeira, Ribeira, Tauá, Zumbi, Cidade Universitária, Cordovil, Galeão, Jardim Carioca, Jardim Guanabara, Portuguesa, Bonsucesso, Maré, Brás de Pina, Complexo do Alemão, Vigário Geral, Jardim América, Parada de Lucas, Manguinhos, Olaria, Penha, Penha Circular, Ramos e Pavuna