WMP no Brasil disponibiliza e-book sobre arboviroses para professores

Flávio Carvalho

A equipe de engajamento comunitário do World Mosquito Program (WMP) no Brasil produziu um livro digital sobre arboviroses para auxiliar os professores a abordar o tema em sala de aula. O material contém informações sobre o Aedes aegypti, as doenças transmitidas por esse vetor, as formas de controle do mosquito, as relações ambientais, além de propostas de atividades práticas para serem desenvolvidas com os alunos.“As propostas pedagógicas são bastante ricas, pois podem auxiliar o professor a transformar aquilo que ele está trabalhando em uma atividade dentro e fora da sala de aula”, avalia o líder de Engajamento e Comunicação do WMP no Brasil, Guilherme Costa.

A ideia do “E-book WMP Brasil para professores” surgiu da vontade de ter um material que trabalhe de forma crítica as dificuldades estruturais e sociais do meio urbanos que contribuem para a transmissão das arboviroses dengue, Zika e chikungunya.  O conteúdo é organizado em blocos e constrói uma linha lógica de raciocínio, partindo de um assunto mais geral até abordar o método de controle através da Wolbachia, trazido no tópico de controle biológico dessas doenças.

O material contém cinco propostas de práticas educativas relacionadas ao conteúdo do e-book. Uma delas desenvolve o pensamento crítico sobre consumo e descarte correto de resíduos. Também é proposto que os alunos realizem entrevista com familiares que tiveram alguma das arboviroses transmitidas pelo Aedes aegypti. Outra ação sugerida, é encontrar focos do mosquito no entorno do colégio. Por fim, há duas atividades com o propósito de entender melhor o desenvolvimento do mosquito, uma utilizando uma lupa digital e uma acompanhando as fases do inseto através do dispositivo de liberação de ovos (DLO), que é uma das formas de liberação de Aedes aegypti com Wolbachia do WMP no Brasil.

De acordo com um dos autores do livro, Wesley Pimentel, uma das principais dificuldades ao criar o material foi encontrar textos críticos sobre como as doenças transmitidas pelo Aedes aegypti se proliferam. Segundo ele, a maioria das informações mais acessíveis são de senso comum e não problematizam as causas da ocorrência de uma epidemia de alguma destas arboviroses. “ A questão ambiental, dos resíduos e saneamento básico, por exemplo, ficam de fora desses textos mais comuns e são fatores críticos para o desenvolvimento dessas doenças”, explicou Pimentel.

Para Fernanda Lessa, também autora da publicação, o livro aborda as doenças de uma maneira que possam ser trabalhadas em sala de aula ressaltando o quanto elas são próximas do nosso cotidiano, os efeito que têm no organismo humano e quanto são potencialmente perigosas. "É uma informação completa, importante para todos, mas que nem sempre prestamos a atenção", enfatiza.

O objetivo do e-book é constituir um material de suporte para o professor trabalhar as questões das arboviroses em sala de aula e, além disso, contribuir para a divulgação científica nas escolas da rede municipal de ensino. O e-book será disponibilizado na plataforma da Secretaria Municipal de Educação, Rio Educa, e pelo setor de Informação, Educação e Comunicação em Saúde (IEC), do Centro de Controle de Zoonoses e Doenças de Transmissão Vetorial (CCZ) de Niterói. Os interessados em receber o e-book pode enviar uma solicitação para o e-mail brasil@worldmosquito.org.